segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Cinco pózinhos para uma fábula da nossa menina

   Este fim de semana que passou, a nossa menina trouxe como trabalho de casa, da escola, uma folha com uma série de pressupostos a partir dos quais tinha que inventar uma história.
   Pediu ajuda a mim e ao pai e com apenas cinco ideias que lhe dêmos, construiu a fábula que não resisto em vir aqui partilhar (o texto é todo, mesmo todo da sua autoria, nós apenas sugerimos nomes e fizêmo-la pensar numa fortuna que fosse do coração e não material).


A fortuna perdida da amizade

   No tempo em que os animais falavam, existia um Rei Cão que vivia num reino encantado numa cãoravana.
  Certo dia o Rei Cão zangou-se com o seu amigo Gato que era o Rei da Ilha das Botas, que tinha este nome pois nela haviam muitas flores em forma de bota.
  A razão da zanga foi porque uma Iguana quis dar aos dois cinco lagartos pintados só que eles não conseguiam decidir quem ficava com três e quem ficava com dois. Cada um dos Reis queria ficar com mais lagartos para o Jardim Real de Animais Pequenos do seu reino.
   Um Anão, que vivia na ilha, soube da zanga e não gostou porque achava que a amizade é uma riqueza que não se deve perder.
   Aconselhou-os então a saberem quantos lagartos cada um tinha no seu jardim para que decidissem quem ficava com quantos.
   O Rei Cão aceitou o conselho do Anão mas o Rei Gato não quis saber.
  O Anão, para ajudar o Rei Cão, deu-lhe um mapa para uma passagem secreta para o Jardim Real de Animais Pequenos do Rei Gato.
   O Rei Cão, seguindo o mapa, foi na sua cãoravana (casa andante) e foi até à passagem secreta.
   Quando chegou ao lugar onde estavam os lagartos e ia para os contar, eles assustaram-se e foram cada um para seu lado.
   - Que chatice esta! Disse o Rei Cão. - Tenho que ir buscar alface, à cãoravana, para os atrair.
   Depois de conseguir contar os lagartos pintados, percebeu que o Rei Gato tinha menos que ele.
   O Rei Cão decidiu ir falar com o Rei Gato e disse-lhe que podia ficar com três lagartos.
   O Rei Gato respondeu-lhe:
- Obrigado meu amigo. És generoso.
   E o Rei Cão disse:
   - Tomei esta decisão porque tens menos lagartos que eu e a nossa amizade é uma fortuna que não quero perder.
   Pós de perlimpimpim, esta história acaba assim.

Autoria - Nossa Princesa 8 anos

   A pontuação pode estar um bocadinho atabalhoada e claro que isto são palavras de uma mãe babáda, mas como pais, estamos muito orgulhosos da nossa menina (e pelo que nos dizem na escola temos razões para isso) e por isso aqui fica para que ela e todos quantos por aqui passam o saibam.

Beijinhos

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...